Estudo mostra que pandemia causou maior redução na expectativa de vida desde 2ª Guerra

Foto: Toni Pires/El País

Um estudo da Universidade de Oxford comparou a pandemia da Covid-19 com a Segunda Guerra Mundial e identificou que a crise sanitária causou em 2020 a maior redução na expectativa de vida desde a guerra. Os resultados do estudo foram publicados nesta segunda-feira (27).

A expectativa de vida caiu mais de seis meses em comparação com 2019 em 22 dos 29 países analisados no estudo, que abrange Europa, Estados Unidos e Chile.

Outra constatação foi de que houve reduções na expectativa de vida em 27 dos 29 países analisados. As informações foram publicadas em reportagem da CNN Brasil.

O estudo sugere que a maioria das reduções na expectativa de vida em diferentes países pode estar ligada às mortes oficiais por Covid-19. Houve quase cinco milhões de mortes relatadas causadas pelo coronavírus até agora.

“O fato de nossos resultados destacarem um impacto tão grande que é diretamente atribuível à Covid-19 mostra o quão devastador foi para muitos países”, disse Ridhi Kashyap, co-autora do artigo, publicado no International Journal of Epidemiology.

De acordo com a reportagem da CNN, nos Estados Unidos, o aumento da mortalidade ocorreu principalmente entre pessoas em idade produtiva e menores de 60 anos, enquanto na Europa, as mortes entre pessoas com mais de 60 anos contribuíram de forma mais significativa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui